Dualidade

2Comentários

Consegues fazer-me ficar pensativo
consegues tirar-me do sério
Atira em mim emoções
Arranca de mim sentimentos

És assim,
Duas substâncias,
Dois princípios,
Duas naturezas.

És dualidade.

CAMPANHA NO Captcha

0Comentários

por: http://cchamun.blogspot.com.br

Começo do Fim

4Comentários
Curvei-me para pegar o que tinhas a me oferecer
mas recuei com medo de entorpecer
firmei-me em minhas convicções
afastando-me das sua ilusões

encontro e confronto com más lembranças a todo momento
memórias simplórias se vão
sinais do esquecimento
fim da depressão
começo da cicatrização do coração.

Stay stronger

0Comentários

Surpresa

4Comentários

Meu primeiro dia de aula uma escola pequena no interior da capital de minas gerais, onde eu tinha acabado de me mudar.
Consegui descer do carro e ir até o portão estreito da escola, onde só há como passar uma pessoa por vez. Com esforço, passei pelo portão e pelo moço da recepção. Logo chegou a inspetora para me auxiliar a achar minha classe nova.
Quanco estavamos indo em direção à nossa classe, percebi uma algazzara no fim do corredor.
Alunos, professores e inspetores correndo na minha direção, procurando a  saída da escola, pois a comida da cantina estavam ganhando vida.
Derrubaram minhas muletas.

Separação

0Comentários

Você sabe o quanto doí a separação?
Não o tanto quanto eu sei
Pois você não teve a noção
do desespero que passei

Minha história eu vou contar
nos versos abaixo
em que está prestes a ler.
e um pouco da minha vida
você poderá compreender

Minha vida era perfeita
era um parque de diversão
Mas da noite pro dia
se tornou em maldição

Meus pais se separaram.
Era o fim de uma história de amor
Minha vida ficou parada
Pensei que fosse um pesadelo ou um filme de terror.

Eu não entendo até hoje
o ocorrido para tal separação.
Não sei nem os motivos,
muito menos por qual razão.

Por muito tempo fiquei deprimido
me escondi na minha solidão
Vivendo entre um e outro
Muito machucado estava o meu coração.

Sozinho no meu quarto
tive uma ideia genial
graças a um tópico na internet
que ví em um fórum que eu achava muito legal

Resolvi criar um blog
para contar como estavam os meus sentimentos
escrevendo digitando nele cada o que passava na mente
e detalhando todos os meus sentimentos

Tudo sobre a minha vida
eu estava desabafando
e pouco a pouco eu estava percebendo
que a dor e a solidão que eu sentia estava se acabando

Descobri um dia, que os mesmos problemas que eu tinha
estavam ocorrendo na vida do meu vizinho
então com minha expêrienca já vivida
fui lhe fazer um favorzinho

Lhe dei dicas e conselhos
para lidar com a situação
lhe expliquei o quão é difícl
entender o coração

Mas além do nosso papo
algo de especial vem sendo brotado
sinto me atraída por ele
e acho que ele também por mim está apaixonado

Iremos viver esse romance
que está por nascer
alías, é uma oportunidade
para os problemas vividos, esquecer.

Melancolia e Cólera

1 Comentários
Desfiz meus planos
Fragmentei meus sonhos
Planejei tudo pra nós dois.
Mas foi em vão
pois não havia a sua aprovação

Quem destruiu minha vida foi eu
Rasguei as páginas do meu viver
Quem destruiu minha vida foi eu
Mas o motivo foi você

Me alimentei de Augusto dos Anjos
Tatuei na minha alma a melancolia,
a cólera é minha refeição rotineira

Procura imaginar meu futuro
mas não vejo nada.
Nada claro ou na penumbra
Debruço-me sobre o meu passado e descarrego
todo o peso que constantemente pesa sobre mim
Tenho medo.
Medo de mim
Medo de tí

Quem destruiu minha vida foi eu
Rasguei as páginas do meu viver
Quem destruiu minha vida foi eu
Mas o motivo foi você
 

Brendo Vieira © 2010

Blogger Templates by Splashy Templates